Comunicação

Notícias

Em programa de rádio, presidente do Sindha destaca importância dos eventos e da ocupação da cidade

Henry Chmelnitsky foi um dos convidados da edição de aniversário do programa 90 Minutos, da Rádio Bandeirantes.

Na manhã desta terça-feira (4), o programa 90 Minutos, da Rádio Bandeirantes, comemorou um ano no ar e, durante a edição especial, recebeu convidados especiais no estúdio. O presidente do Sindha, Henry Chmelnitsky, foi um dos participantes e, em um bate-papo descontraído, falou sobre os potenciais da Capital gaúcha.

A transmissão ao vivo, pela frequência 94.9 FM, teve o comando dos apresentadores André Machado, no estúdio, e Fernanda Zaffari, diretamente de Londres. Na abordagem de temas gerais, Fernanda questionou o presidente da entidade sobre aquilo que mais o inquieta na cidade. “O que mais me incomoda é a passividade e a passividade em criticar. As pessoas são passivas e gostam de reclamar, mas não gostam de se movimentar e fazer algo para mudar”, pontuou.

Durante a conversa, destacou ainda os serviços da gastronomia e hotelaria, e como o Sindicato atua para oferecer qualificação aos setores. Sobre os potenciais e pontos a se comemorar em Porto Alegre, Chmelnitsky deu ênfase aos eventos e à importância de apropriação dos espaços.

“Essa abordagem de olharmos a cidade de uma forma positiva, proativa e construtiva já começa a mostrar Porto Alegre de outro jeito. Temos que falar do que temos de bom, cultura, museus, somos o Centro do Mercosul, temos uma hotelaria que durante a Copa do Mundo deu um exemplo no nível de satisfação. Temos nossas dificuldades, claro que sim, mas e como ocupar os espaços? Deixamos vazios e a marginalidade toma conta dele, ou ocupamos e isso tornará a cidade diferente”, completou, citando como exemplo a recente revitalização da Orla do Guaíba.

Também participaram da edição o empreendedor Cesar Paz, um dos líderes do coletivo Porto Alegre Inquieta; Maria Antonia Russi, vencedora do reality culinário MasterChef; e o diretor do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Paulo Amaral. “A riqueza que nós temos é um ativo precioso e isso se expressa na gastronomia, por exemplo. Vamos ter um grande centro de eventos, de última geração, e há também o Cais do Porto, estamos nos abrindo e começando a tirar esse medo. Ocupando os espaços nós vamos ter o melhor caminho a trilhar”, finalizou Chmelnitsky.

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

icon-face icon-face icon-face icon-face

Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região
Rua Dr. Barros Cassal, 180 conj. 801 | Floresta
Porto Alegre/RS | CEP 90035-030
Fone: +55 (51) 3225-3300